quarta-feira, 24 de maio de 2017

QUAL O MELHOR TIPO DE ATIVIDADE FISICA PARA O IDOSO COM EXCESSO DE PESO? AERÓBICO OU MUSCULAÇÃO?




Quando se inicia uma dieta com restrição alimentar no idoso com obesidade, existe a preocupação de que, com a redução do peso, ocorra uma diminuição da massa muscular (sarcopenia) e massa óssea (osteopenia) aumentando a fragilidade e o risco de quedas e fraturas.

Sabe-se que a atividade física tem papel importante na perda de peso, principalmente por atenuar a perda de massa magra que inevitavelmente ocorre com o emagrecimento. Nesse contexto, os exercícios aeróbicos (corrida, natação, bike...) e resistidos (musculação) possuem papéis de adaptação fisiológica diferentes. O primeiro melhora o desempenho cardiovascular (pico de consumo de oxigênio) enquanto o segundo otimiza a força e potência muscular (adaptação neuro-muscular).

Tendo em vista esses dados, no idoso com obesidade que está iniciando um programa de perda de peso, o que seria melhor? Exercícios aeróbicos? Exercícios de força (resistidos)? Ou as duas modalidades combinadas?

Foi essa questão que pesquisadores tentaram responder em estudo recente publicado na revista New England Journal of Medicine ( N Engl J Med 2017; 376:1943-1955May 18, 2017)

O estudo foi realizado com 141 obesos, média de 70 anos, submetidos a dieta e exercícios, divididos em 3 grupos:  atividade física aeróbica, atividade física resistida e atividade combinada (aeróbica + resistida).

A hipótese dos autores foi de que, ao fazer as duas atividades combinadas, os indivíduos não fossem conseguir os mesmos benefícios das atividades feitas de modo isolado

As conclusões foram essas: - NÃO HOUVE DIFERENÇA NA REDUÇÃO DE PESO NOS TRÊS GRUPOS.  A MELHORA DO STATUS FUNCIONAL, QUE É A SOMA DOS BENEFÍCIOS ADQUIRIDOS NO SISTEMA CARDIOVASCULAR (AERÓBICO) E NA FORÇA MUSCULAR, FOI MELHOR NO GRUPO COMBINADO. ISTO POIS ELE CONSEGUIU ATINGIR OS MESMOS BENEFICIOS DOS GRUPOS ISOLADOS (AERÓBICO E RESISTIDO), CONTRARIANDO A HIPOTESE INCIAL DOS AUTORES.

Assim, segundo este estudo, a melhor atividade física para associar à uma dieta com o intuito de emagrecimento em idosos é a atividade física combinada aeróbica+resistida.

terça-feira, 24 de maio de 2016

ALTOS NÍVEIS DE FTALATOS ENCONTRADOS EM CONSUMIDORES DE FAST-FOOD


Ftalatos são compostos quimicos utilizados em produtos plásticos e já foram relacionados a possíveis danos à saúde como infertilidade, hipertensão e puberdade precoce.
Pesquisadores da George Washington University encontraram níveis maiores de metabólitos do ftalato na urina de participantes que consumiam maior quantidade de fast-food. A explicação pode estar no contato do alimentos com as embalagens plasticas.
Apesar dos resultados, a principal autora do estudo refere que os danos à saúde não são comprovados e seriam necessário anos de exposição para se afirmar com certeza se há esta ligação .
Por ora , a recomendação é comer mais frutas e vegetais e menos fast-food, principalmente devido a alta quantidade de calorias, sal e gordura destes últimos. Ou seja, os prejuízos à saude estão muito além dos ftalatos !!.


25 DE MAIO - DIA INTERNACIONAL DA TIREOIDE


Neste link , alguns esclarecimentos sobre mitos e verdades relacionados a tireoide.


quarta-feira, 3 de fevereiro de 2016

CONSUMO DE PROTEINA PODE EVITAR PERDA DE MASSA MAGRA




Uma das preocupações de quem inicia um programa de restrição calórica com intuito de perder peso é, além da gordura, perder massa magra (músculo), Aparentemente o aumento no consumo de proteínas pode atenuar essa situação. Foi o que mostrou estudo publicado na The American Journal of Clinical Nutrition, que comparou uma dieta hiperproteica (35 % do valor calórico) com uma normoproteica (15%), associado à um programa de atividade física intensa.
Ao final do estudo, os dois grupos tiveram a mesma perda de peso, porém, o grupo da dieta hiperproteica foi mais eficiente em ganhar massa magra e perder gordura.
É bom salientar que esta NÃO é a dieta chamada cetogênica ou low-carb (onde se reduz o consumo de carboidratos), pois a quantidade consumida de carboidrato nos dois grupos foi a mesma (55% das calorias totais) que é o recomendado pela OMS (organização mundial de saude).



sábado, 23 de janeiro de 2016

TREINO INTERVALADO DE ALTA INTENSIDADE EFICAZ PARA PERDA DE PESO




O chamado HIIT ( High intensity interval training) corresponde à um tipo de atividade onde são intercalados séries de esforço máximo de curta duração com períodos de descanso. Por exemplo, ao invés de correr por 1 hora mantendo uma intensidade regular, o atleta faz "tiros" (corrida em velocidade máxima) de 30 segundos , intercalados com corrida leve de 3 minutos, totalizando 20 minutos.
Estudos recentes tem indicado o HIIT como uma estratégia para perda de gordura corporal.
Agora, surge mais uma evidência a favor deste tipo de treino: Uma metanálise contemplando 50 estudos, publicada na revista Obesity Reviews, mostrou que o HIIT apresenta benefícios superiores em relação ao treinamento convencional no que se refere a perda de peso e redução de parâmetros metabólicos como nível de glicose e condicionamento respiratórios.

quarta-feira, 30 de setembro de 2015

PROLACTINA AUMENTADA



A prolactina é um hormônio produzido pela glândula hipófise e é responsável pela produção do leite materno durante a gravidez e lactação.

Ela pode estar elevada em algumas situações fisiológicas (que não são consideradas doenças) como gravidez, amamentação, estímulo mamilar (por atividade sexual ou piercing) e estresse.

Excluindo-se estas causas, uma prolactina elevada pode ser decorrente do uso de medicação (antipsicóticos e alguns antidepressivos) ou por um tumor na glândula hipófise que secreta a prolactina  (chamado prolactinoma)

O prolactinoma é um tumor benigno, mais comum em mulheres na faixa dos 20 aos 40 anos. Geralmente é descoberto através de sintomas derivados da secreção aumentada da prolactina, que são: galactorréia (produção de leite pelas mamas) e alteração na menstruação (podendo causar infertilidade). Nos homens ela pode levar a queda da libido (desejo sexual), impotência e ginecomastia (aumento das mamas).Quando o prolactinoma cresce acima de 1 cm, pode levar a dor de cabeça e alterações na visão.

O diagnóstico da prolactina elevada (hiperprolactinemia) é realizado através de exame de sangue. Este deve ser feito em repouso para se evitar a influência do estresse. Já o prolactinoma é identificado pelo exame de Ressonância Magnética.

Apesar de tratar-se de um tumor, raramente é necessário cirurgia para sua retirada. Isto pois ocorre excelente resposta ao tratamento com uso de medicações. As drogas disponíveis para tratamento do prolactinoma possuem alta eficácia, normalizando os níveis de prolactina e reduzindo o tamanho do tumor.


quinta-feira, 9 de julho de 2015

PREVENÇÃO DA OBESIDADE INFANTIL

A Academia Americana de Pediatria publicou um guia de recomendações para familiares e pediatras sobre prevenção da obesidade em crianças. Segundo a AAP, os pais podem tomar algumas atitudes que estimulem as crianças a fazerem escolhas mais saudáveis:

- No mercado, comprar o mínimo possível de refrigerantes, bolachas recheadas e doces. Se precisar destes alimentos para alguma celebração especial, compre em um dia próximo do evento e remova imediatamente de casa após a festa.
- Alimentos e bebidas saudáveis como frutas, água e vegetais devem ficar em um local visível de de fácil acesso na cozinha
- Alimentos de alto teor calórico devem ficar menos visíveis, envoltos em papel alumínio ao invés de capa transparente, e colocados na parte de trás da geladeira ou do armário.
- Estimular a crianças a comer 5 ou mais porções de frutas e vegetais por dia

A AAP tambem faz recomendações para reduzir hábitos sedentários :

- Reduzir o tempo de exposição da crianca à televisão, uma maneira de fazer isso é remover a TV do quarto de dormir e da sala de jantar.
- Programar atividades em família que estimulem a atividade física como: esportes coletivos, ir ao parque, passeios de bicicleta, etceteran